Rotulado: “não sou obrigado a ser cult”