Tem um vídeo da República Tcheca…

Origem

 
No dia 7 de abril de 2020, o então Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, ouviu alguns repórteres e seguidores que o esperavam na saída do Palácio da Alvorada, em Brasília. Um dos presentes indagou sobre a importância do uso de máscaras por toda a população com intuito de diminuir o índice de transmissão do novo coronavírus, que infectou milhares de pessoas desde janeiro do mesmo ano no mundo todo. Para exemplificar, o sujeito, que não teve sua identidade exposta, indica um vídeo mostrando a República Tcheca como referência, e de como o uso de máscaras faciais foi adotado por todas as pessoas que precisavam sair de casa, não apenas por aquelas infectadas, de forma a frear a contaminação.
 

 
O vídeo (abaixo) que é referenciado e está disponível na plataforma Youtube, integra o material de campanha da #Masks4All, criado por uma equipe tcheca, responsável pelo direcionamento de ações estratégicas contra a Covid-19. O material está disponível no canal do Petr Ludwig, que é autor do best-seller “O Fim da Procrastinação“, e também o porta-voz do site procrastination.com, que visa trazer metodologias para que a tão corriqueira atitude seja vencida.
 
 
Com pouco mais de três minutos, o vídeo tcheco apresenta o diferencial nas ações que o governo implementou durante o período de quarentena global, por conta da pandemia. Obedecendo aos direcionamentos indicados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) desde março, o país conseguiu manter baixos índices de alastramento da contaminação, em comparação a outros países da Europa, por exemplo. O ponto principal do material audiovisual é demonstrar que o uso contínuo das máscaras faciais em locais públicos diminui parcialmente a propagação do vírus. Sem desmerecer a importância de outros cuidados, já indicados pela OMS, para auxiliar no controle da pandemia, estudos, a partir do corpo técnico tcheco, apontam que o uso contínuo das máscaras faciais têm efeito parcial, mas ressaltam que, mesmo assim, qualquer atitude contra o vírus é uma ação importante.
 
No Brasil, o então presidente diminuiu a gravidade da pandemia (de 2020), associando-a como uma “gripezinha”. Não seguindo o direcionamento da OMS, Jair Bolsonaro relatou diversas vezes que era contra a quarentena, pois a mesma iria implicar prejuízos à economia. No entanto, e para contextualizar, os governos estaduais foram mais duros ao aplicar a obrigatoriedade da quarentena, e criaram uma força tarefa para enfrentar a pandemia no país. Tal situação provocou uma “guerra de braços” entre os políticos, tanto dos âmbitos legislativo e executivo quanto das instâncias federal, estadual e municipal.
 
Sem admitir o equívoco da comparação feita entre a pandemia do novo coronavírus e uma gripe, o presidente enfrentou diversas críticas de opositores e situacionistas de seu governo. O resultado do jargão “tem um vídeo da República Tcheca…” é justamente pelo fato que um apoiador do governo utilizou o vídeo citado como embasamento para criticar a postura do político. Esse mesmo sujeito teve sua fala interrompida pelo presidente, que com uma aparência de cansaço e desinteresse, desconversou sobre o assunto e logo foi embora.
 
Em pouco tempo, o vídeo em que o presidente é indagado foi publicado no Twitter e viralizou com o jargão “tem um vídeo da República Tcheca…”. O uso se tornou uma expressão que remete o início de uma crítica a ser feita sobre determinado assunto, em especial se for contrário à opinião de Bolsonaro.
 

 

Difusão e Repercussão

 
Utilizado principalmente no site de rede social Twitter, o jargão vem acompanhado do vídeo do presidente sendo indagado, mas também de comentários debochando da situação — visto que o indagador é eleitor de Bolsonaro e o mesmo parece não gostar de tal questionamento.
 
Algumas postagens utilizaram a hashtag #republicatcheca, outras fizeram apenas referência ao nome do país para endossar a expressão e comparar as ações realizadas na República Tcheca com o Brasil, ou para mencionar a atitude de um eleitor situacionista com o próprio Bolsonaro.
 
Como desdobramento, esse meme também foi utilizado em conjunto com outro meme. Imagens com personagens, que aparentemente eram associados aos perfis tchecos, foram postas junto a uma mão que segura um punhado de dinheiro tcheco (Coroa Tcheca). Tais imagens, com o uso da frase “tem um vídeo da República Tcheca…” ou “#republicatcheca” foram utilizadas para reforçar a crítica ao governo brasileiro sobre as políticas econômicas impostas para enfrentar a pandemia. O meme é relacionado à dificuldade que os brasileiros tiveram para receber auxílio financeiro por conta da obrigatoriedade do isolamento social. No entanto, as imagens utilizadas fazem referência à política do país europeu, para ilustrar um bom exemplo de governança.
 

 

Gênero e Formatos

 
O uso da expressão “tem um vídeo da República Tcheca…” é um meme que pode ser reconhecido pelo formato catchphrase — uso de uma expressão que pode ser aplicado a uma imagem que convém ao contexto que for utilizado. Já o uso apenas da frase, como sendo um comentário em específico, pode ser identificado pelo gênero de ação popular, uma vez que a expressão foi tida como referência para outros contextos dentro de um espaço de conversação.
 
A partir da frase, o uso dos memes com o dinheiro tcheco (imagens de pessoas recebendo uma quantia de dinheiro) associado ao contexto da frase, pode ser reconhecido como exploitable. O mesmo pode ser enquadrado também na categoria de ação popular, pois as pessoas se engajam e o usam, se apropriando da ideia e (re)fazendo novos memes. Para que o entendimento seja estabelecido alguma imagem como referencial precisa se manter para fazer a conexão, e neste caso, a mão segurando uma quantia de dinheiro é a referência.
 

 
Ao mesmo tempo, este mesmo meme também pode ser associado ao gênero de discussão pública, já que o uso deste material está vinculado a um debate político informal.
 

Exemplos Notáveis

 

 

 

 

 

 

Natalia de Belford Roxo
2 publicações
0 comentários
Nome
Natalia Dias
About / Bio
Natalia de Belford Roxo é doutoranda e mestre em Comunicação pela Universidade Federal Fluminense, bacharel em Estudos de Mídia. Ela pesquisa a interface entre financiamento coletivo e política, odeia memes, e está desde as 5h45 da manhã mandando foto, vídeo, no privado, mostrando a real situação por que não foi trabalhar. O senhor conhece Belford Roxo quando chove, Seu Armando? Aí o senhor vai no grupo e fala para todo mundo ouvir que ela é uma funcionária preguiçosa, que tem medo de pegar chuvinha?

2 comentários

  1. A intenção desse meme é nos fazer refletir sobre dinheiro

  2. MarilzaMartins Nogueira disse:

    O meme do dinheiro, nos faz refletir se estamos dando mais importância a ele ou a nós mesmo. No ponto de vista de algo errado, nos coloca em cheque, os valores irão a mil…. Aí vai de cada princípio ético/moral.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *