Origem

O Domingão do Faustão é um programa de auditório semanal realizado há três décadas pelo apresentador Fausto Silva, na Rede Globo. Talvez por já fazer parte do imaginário popular do brasileiro, Faustão tem seu próprio repertório de memes – que se viu ampliado após ele adotar um visual descolado, na busca por uma audiência mais jovem.
 
No entanto, em 2017, não foram os modelitos de Faustão, nem seu tradicional bordão “Ô, loco, meu!” que bombaram na web. Uma junção de duas fotos do apresentador, referentes a momentos distintos, viralizou em setembro daquele ano por meio do Twitter. Numa espécie de versão cínica do meme “Chico Buarque triste/ Chico Buarque feliz”, aqui temos um Faustão alegre (que demonstra uma falsa opinião) e outro com semblante sério (trazendo uma verdade escondida).
 
Diferente de boa parte do universo memeal de nosso país, o meme do Faustão parece ser 100% nacional, ou seja, não é uma versão tupiniquim de uma piada que já rolava em algum outro país. Talvez essa ambiguidade – que representa tão bem diversas situações cotidianas do brasileiro – decorra, em alguma medida, de nossa cordialidade, no sentido que lhe atribuiu Sérgio Buarque de Holanda: esse “verniz” civilizatório que não nos caracteriza de fato, mas que funciona como um ardil para se criar intimidade e estar no campo afetivo em qualquer tipo de contexto.
 
Observemos algumas das ambiguidades descritas pelo meme como “Aí sua amiga fala que apoia o Bolsonaro: eu respeito a sua opinião kkk/ retardada do krl”; “Senta aqui no meu lugar, senhora/ Caralho, vou em pé a viagem toda”; “Quando o patrão manda você limpar onde você tinha limpado e ele acabou de sujar: de boa tranquilo/ filho da puta não é você que limpa”. Nesses casos (e levando-se em consideração o modo como nos identificamos com ele), é bem explícita nossa disposição em aceitar com um sorriso afetuoso uma obrigação da qual não estamos convictos.
 

Difusão e repercussão

 
Em 29 de setembro de 2017, o meme do Faustão entrou no Moments Brasil, recurso do Twitter que permite aos seus usuários encontrar as histórias mais relevantes. Coincidência ou não, o “Domingão” foi um dos recordes de audiência daquele ano, com um total de vinte pontos. Embora não seja possível afirmar, é de se supor que o destaque do apresentador tenha levado a brincadeira a surgir e a se popularizar.
 
O meme do Faustão deu origem a pelo menos dois outros similares, com celebridades diferentes: a atriz Susana Vieira e a cantora Joelma, da Banda Calypso. O meme da Susana Vieira fez sucesso especialmente na Copa do Mundo de 2018 e obedece à mesma lógica daquele do Faustão:
ela ri por fora (com uma gargalhada típica da atriz) e sofre por dentro.
 
Já o “Joelma triste por fora e feliz por dentro” é exatamente o contrário e a risada meio apagada que aparece por trás do semblante infeliz corresponde a algum comentário ou pensamento divertidamente maldoso que a pessoa tenha tido em uma situação que deveria ser pesarosa.
 
O meme da Joelma alcançou tal popularidade que foi “exportado” para o México, onde já virou notícia em periódicos como “El Heraldo México” e “Ecuavisa”. Até a cantora resolveu surfar no sucesso de seu próprio meme, ao anunciar a live do dia 22 de abril de 2020 utilizando-se dele: no quadrante triste, lê-se “27 dias de quarentena” e no feliz, “22 de abril tem live da Joelma”.
 

Gêneros e formatos

 
Embora tenha uma pegada original, o meme do Faustão dialoga com quatro formatos populares de memes. O primeiro deles é “Diferenças e Comparações”, em que há “dois ou mais quadros em que um personagem ou cenário são comparados”, na definição do Museu de Memes. O exemplo clássico desse formato no Brasil é o meme do Chico Buarque.
 
O segundo é “Expectativa versus Realidade”, “em que se tem um painel duplo, que indica de um lado uma situação hipotética, e, de outro, a situação real”, também segundo o Museu. Aqui uma boa ilustração seria a série “O que queremos, quando queremos”.
 
O meme do Faustão parece não se enquadrar perfeitamente em nenhuma dessas duas categorias, porque traz também características de um terceiro formato: Fail (FAIL), que trabalha com a ideia de falha ou derrota a partir de um certo grau de comicidade.
 
Por fim, o meme do Faustão enquadra-se no formato “exploitable” quando há a adição de elementos característicos das fotomontagens. A própria fusão das duas imagens do apresentador é resultado do uso de ferramentas de edição como o Photoshop.
 
 

Exemplos notáveis

 

 
 
Suellen Filosófica
0 publicações
0 comentários
Nome
Suellen Filosófica
About / Bio
Suellen filosófica é uma mina que gosta de pá trocar umas ideias com os camaradas e ler umas zoeiras. Por isso, lá na escola faz parte de um grupo de estudo muito doido sobre memes. MAS, SUELLEN, NÃO DÁ PARA PUBLICAR ISTO! Então põe assim: ela tem interesse em filosofia e gosta de analisar produtos da cultura de massa. Por isso, faz parte do Laboratório de Cultura Digital, grupo de pesquisa do IFRJ-CNIT, onde é aluna do Ensino Médio Técnico.
 
 

6 comentários

  1. Elaine Cristina disse:

    Amei a análise! Nunca que eu iria saber tanta coisa sobre esse meme. Parabéns pelo trabalho, ficou incrível!

  2. Andressa Honorato disse:

    Lindo trabalho! Parabéns aos envolvidos. Dá pra ver que a pesquisa foi muito bem feita♥️👏🏾

  3. Cássio Ramos disse:

    Lindo trabalho! 🤩 Parabéns!♥️

  4. Gabriel Faustino disse:

    Fazendo as coisas com muito amor e dedicação !!

    Orgulho D+ 😀

  5. Arrasou! Adorei a explicação.

  6. Stephani Oliveira disse:

    Perfeito, se eu tivesse pesquisado nunca teria achado isso tudo! Parabéns pelo trabalho

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *