In Brazilian Portuguese You don’t say…

Origem

No dia 23 de Janeiro de 2015, o usuário @bluethuder, em sua conta no Twitter, comentou um pouco sobre as demonstrações de amor em terras tupiniquins:


Mas isso não foi suficiente para que a experiência memética fosse alcançada de imediato. Então, no dia 10 de fevereiro de 2015, @rodrigoplss também expressou sua opinião sobre o amor:

No entanto, mesmo com @rodrigoplss levando toda a fama na difusão desse meme, a frase, originalmente, surgiu no Tumblr. Em 2013, num comentário em uma publicação nessa rede social, fazia referência à uma fala de um diálogo entre Javart e Jean Valjean, no filme Os Miseráveis:

meme

Dessa versão internacional do meme, em referência e reapropriação do comentário acima, a frase reaparece em outra forma. A forma que foi utilizada como meme a partir de um post no Tumblr:

imagem2

Gênero & Formatos

A frase memetizada pode ser categorizada como um exploitable – in brazilian portuguese, you don’t say… you say… And I think It’s beautiful – memes que são facilmente reapropriados e reutilizados dentro da uma lógica própria de humor. Sendo assim, a frase é um meme que precisa ser completado e explorado para que possa ser disseminado da forma que for.

Gramática/Sintaxe

O meme constrói seu humor a partir de uma ideia principal de quebra de expectativa. A frase retém uma lógica regionalista de humor, de forma que as diversas variações do mesmo meme se encaixem em jargões, gírias, expressões idiomáticas e falas da cultura pop nacional (brasileira) que só fazem sentido entre aqueles que compartilham dessa lógica interna.

A principal diferença no uso da versão internacional para a versão brasileira, é o deslocamento do local de fala. No original, ”In French, THEY don’t say I LOVE YOU. They say…”, o uso da frase é interligado à alguém distante da língua francesa – que claramente referencia o filme Os Miseráveis. Na versão brasileira, o falante é o mesmo daquele que se fala; a frase pode ser entendida como um modo didático de falar sobre o país – para quem está de fora – na forma de um meme.

Difusão e Repercussão

Mesmo sabendo de toda a sua história na timeline do Tumblr, o meme só atingiu uma repercussão maior nos primeiros meses de 2015. A sua maior difusão foi a partir de perfis no Twitter e, também, algumas publicações no Facebook.

Perfis e Páginas voltadas totalmente para o meme também foram criadas, mas não foram muitas exploradas e inventivas. As páginas serviam apenas para reproduzir prints e algumas images macro com a frase inscrita. No Twitter, existe o perfil @inbrportuguese que se encontra desatualizada deste então.

Exemplos Notáveis

1 comentários

  1. Renato Maia disse:

    primeiro

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *