ORIGEM

Durante protestos que marcaram o Brasil no ano de 2013 – conhecidos também como “Manifestações dos 20 Centavos” ou “Manifestações de Junho” – surgiram os primeiros discursos contra a realização da Copa do Mundo FIFA de Futebol, a realizar-se no país no ano seguinte, os quais, segundo os movimentos coletivos, denunciavam o que consideravam inversão de prioridades de investimentos do governo e violações de direitos humanos.

Preocupado com as mobilizações nas redes sociais e com a possibilidade das manifestações ofuscarem a Copa no Brasil em ano de eleições, afetando a popularidade da presidente Dilma Rousseff, no domingo 12 de janeiro de 2014 – quase duas semanas antes do primeiro grande ato organizado contra a Copa do Mundo de Futebol no período -, o Partido dos Trabalhadores criou um post em sua página oficial no Facebook, com os seguintes dizeres: “Tá combinado. Uma boa semana para todos que torcem pelo Brasil”. Junto às frases, a hashtag #VaiterCopa, acompanhando uma fotografia. A página oficial da presidente da república endossou o tom, utilizando a mesma hashtag: “LÍQUIDO E CERTO. Uma boa semana para todos que torcem pelo Brasil”.

DIFUSÃO E REPERCUSSÃO

Movimentos sociais que ganharam notoriedade a partir das manifestações de junho reuniram-se e foram às ruas para denunciar seu ponto de vista acerca do investimento exagerado no evento esportivo. Convocaram simpatizantes através das redes sociais sob o lema “Se não tiver direitos, não vai ter Copa” – cuja hashtag #NaoVaiTerCopa, em oposição ao movimento iniciado pelo governo federal.

Por sua vez, com a proximidade do evento – cujo carisma em escala global é reconhecido internacionalmente – a tensão entre os defensores e detratores da Copa do Mundo FIFA de Futebol assumiu contornos dramáticos, como se fosse, ela mesma, uma partida do nobre esporte bretão.

GÊNEROS E FORMATOS

Inicialmente, uma fotografia, em formato de imagem macro, contendo uma hashtag (#VaiTerCopa) ganhou um público e um time. A partir de sua defesa surgiram variações dos tradicionais memes em Image Macro com mensagens em fonte impact, na cor branca com margem negra; além, a frase de impacto ganhou a rede (Twitter, Facebook, Instagram…), e, por fim, os advogados do evento a compartilharam nas diversas redes para justificar a presença do evento no país.

EXEMPLOS NOTÁVEIS

 

Rafael Polêmico
0 publicações
7 comentários
Nome
Rafael Polêmico
About / Bio
Um currículo? Mestrando no Programa de Pós-Graduação em Mídia e Cotidiano pela Universidade Federal Fluminense, bacharel em Direito com complementação em Empreendedorismo e Inovação, graduando em Arquivologia, voluntário do projeto #MUSEUdeMEMES. Uma cor? Azul. Uma atriz? Fernanda Montenegro. Um cantor? Roberto Carlos. Um exemplo? Jesus Cristo. E Ivete. Vida? Deus. Deus? Vida. Vivi ou Gracy? Belo. Uma frase? Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim. Um museu? De memes. Esse é Rafael Polêmico.
 
 

1 comentários

  1. Renato Maia disse:

    primeiro

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *