Origem e Difusão

Sou Foda é título de um videoclipe do grupo de funk carioca Avassaladores, disponibilizado no YouTube. Apesar de a música existir desde 2008, o clipe só foi  disponibilizado na internet em março de 2010 para um DVD de funk produzido pelo MC Ratão.

 

O clipe se caracteriza por ser uma produção de baixo orçamento utilizando da técnica visual de Chroma-Key. A letra da música por si só chama atenção pelas palavras de baixo calão e pelo conteúdo sexualmente explícito, em contraste com a idade tenra do MC.

 

“Sou foda na cama eu te esculacho
Na sala ou no quarto
No beco ou no carro
Eu… eu sou sinistro
Melhor que seu marido
Esculacho seu amigo
No escuro eu sou um perigo…
Avassalador, um cara interessante
Esculacho seu amante
Até o seu ficante
Mas… mas não se esqueça
Que eu sou vagabundo
Depois que a putaria começou rolar no mundo (No mundo)
Pra… Pra te enlouquecer
Pra te enlouquecer
Todas, todas que provaram não
Conseguem esquecer. (2x)
Sou foda
Eu sou sinistro”

 

Apesar do blog Não Salvo ser apontado por muitos como o responsável pelo vídeo se tornar um meme de internet, o primeiro registro de postagem do vídeo por uma página de grande audiência foi pelo blog Ñ intendo em maio de 2010.

 

O clipe foi postado em uma lista de seis vídeos, sob o título de “Os Cinco Vídeos de Funk mais Toscos do universo”. “Sou Foda” se tornou um jargão muito famoso na blogosfera.

 

Segundo Cid, o blogueiro responsável pelo Não Salvo, “Sou Foda” foi o post que ele mais tem orgulho de ter feito

Repersussão

O clipe foi eleito por votação popular no Youpix Festival o viral do ano de 2011, e o webhit de 2011 pelo VMB. Mas o sucesso da canção foi para além das telas dos computadores e uma nova versão da música foi criada para tocar nas rádios e programas de TV, surgia assim o “Sou Brabo”.

 

O grupo passou a realizar vários shows pelo Brasil, se apresentando para os mais diversos públicos, além de casas de funk, boates famosas da zona sul, festas alternativas e shows de rodeio.

 

Os Avassaladores chegaram até mesmo a aparecer em programas de televisão como RJTV e Caldeirão do Huck na Rede Globo, além de serem referenciados em programas como CQC da Band e Legendários da Rede Record.

 

Em entrevista recente, Vitinho, o MC, afirmou que o clipe no YouTube gerou recursos de participação em publicidade para o grupo. Membros do movimento funk já chegaram a apontar o vídeo como o símbolo de uma nova era, em que o gênero popular não ficaria mais restrito aos guetos e subúrbios.

 

Além do viral que originou o meme, diversas montagens e edições surgiram na sequência. A expressão ganhou popularidade no Twitter e inspirou também image macros e exploitables com imagens do grupo, incluindo a dança descoordenada dos Avassaladores em outros vídeos, como o de uma partida do game Mortal Kombat ou no cenário Sakura Card Captors.

 

* Trabalho apresentado na disciplina “Redes colaborativas e produção cultural” (2013.1) por alunos do curso de Estudos de Mídia.

1 comentários

  1. Renato Maia disse:

    sou o primeiro
    sou !0&@

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *