Somos Todos Macacos e Não Somos Todos Macacos

Origem

Uma reação irreverente a uma provocação racista dentro de um campo de futebol foi a grande responsável por gerar a campanha “Somos Todos Macacos’’ – ação contra o preconceito e que viralizou na internet; ganhando, pouco a pouco, a adesão de celebridades e gerando, consequentemente, polêmicas.

Tudo começou em abril de 2014, quando Daniel Alves, então jogador do Barcelona, foi provocado por uma banana jogada no gramado durante uma partida contra o Villarreal (em uma rodada do Campeonato Espanhol).

Na ocasião, aos 30 minutos do segundo tempo, o lateral-direito se preparava para bater o escanteio quando um torcedor do time local lançou a fruta em direção à bandeirinha na linha de fundo. Em uma contestação inesperada, Daniel Alves pegou a banana, comeu-a em campo e, inclusive, bateu o escanteio com a boca cheia.

Não fosse a ousada reação do jogador, o ato seria mais um triste caso de racismo dentro do futebol mundial sem grandes repercussões e/ou protestos. Só nesta temporada do Campeonato Espanhol, por exemplo, esta já se configurava na oitava atitude racista que acontecia nos gramados.

Difusão e Repercussão

Em apoio ao colega de time Daniel Alves, o atacante Neymar Jr., também jogador do Barcelona, entrou em cena e iniciou, em sua conta no Instagram, uma campanha contra atos racistas em campo.

Primeiro, postou uma imagem do momento em que Daniel Alves comia a banana com a seguinte legenda: “Tomaaaaa bando de racistas. #Somostodosmacacos e daí?”. Em seguida, publicou uma foto segurando a fruta descascada ao lado de seu filho que, por sua vez, segurava uma banana de pelúcia. Depois, publicou um vídeo com a legenda: ‘’SOMOS TODOS IGUAIS, SOMOS TODOS MACACOS. RACISMO NÃO!!!!! (…) Se vc pensa assim também, tire uma foto comendo uma banana e vamos usar o que eles tem contra a gente a nosso favor. #somostodosmacacos #weareallmonkeys #somostodosmonos #totssommonos”.

neymar

Logo após as reações de Neymar, que alcançaram milhares de curtidas no Instagram, a “hashtag” #somostodosmacacos foi adotada por outros jogadores, celebridades e fãs; viralizando nas redes sociais e tornando-se um meme. No Twitter, chegou a figurar no topo dos Trending Topics do Brasil.

Além da polêmica inicial sobre o ato de racismo, o caso repercutiu também por conta da campanha iniciada por Neymar não ter sido espontânea. Na verdade, a sacada da tal “hashtag” já havia sido planejada por uma agência de publicidade, em resposta aos casos frequentes de racismo.

Outra repercussão diz respeito ao fato da grife do apresentador Luciano Huck ter se apropriado do acontecimento e lançado uma camiseta, estampada com modelos brancos, em referência à campanha.

Gênero & Formatos

Por conta da grande repercussão, várias recriações em formato “Image Macro”, isto é, memes com imagem de fundo e legenda sobreposta, surgiram fazendo referência à campanha.

A frase “somos todos macacos’’ também pode ser caracterizada como uma “Catchphrase”, tendo em vista que apresenta uma sentença marcante, e funciona igualmente como uma frase “Exploitable”, por ser facilmente adaptada e reapropriada em comentários em redes sociais e tweets.

Exemplos Notáveis

Verônica Inocente
0 publicações
0 comentários
Nome
Verônica Vasque
About / Bio
Verônica Inocente é graduada em Comunicação Social (Uerj) e é especialista em Marketing Digital (ESPM), mas não sabe de nada. Por isso, está sempre na Internet buscando mais informação ou simplesmente só se divertindo com memes. Ai, que loucura!

1 comentários

  1. Renato Maia disse:

    primeiro

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *