No céu tem pão?

maxresdefault

Origem

O meme do céu tem pão surgiu quando, em 2013, as pessoas começaram a reparar em algo incomum encontrado em várias entrevistas dadas pelo humorista Renato Aragão que gosta de contar repetitivamente uma história sobre uma criança que morreu de fome.

No vídeo que se tornou mais popular, o ator conta, em uma entrevista dada no programa da Rainha dos Baixinhos, Xuxa Meneghel, essa história triste e chora nos braços da apresentadora, após o desabafo. O enredo tinha tudo para ser realmente trágico, já que estamos falando de uma criança literalmente morrendo de fome, porém os internautas começaram a vasculhar os arquivos de Didi Mocó e viram que ele se aproveita de todas as oportunidades possíveis para relatar o fato, que já passou em programas como o Fantástico e Criança Esperança, além de outras imagens que comprovam que ele já deu esse mesmo depoimento até mesmo fora da Globo, sempre se emocionando muito ao final de cada vez que relembra o ocorrido. O que fez com que tanto a frase, quanto os vídeos e, posteriormente, a produção de imagens virassem mais um meme de internet, baseado na cultura do remix.

Gêneros e Formatos

O meme funciona de várias formas diferentes, a mais popular são os remixes criados por usuários do Youtube para fazer com que o vídeo original se transforme em várias coisas diferentes, tais como músicas de rap, episódios do Chaves ou músicas de vídeo games.

Além dos formatos em vídeo, o meme também caiu nas mãos de usuários do Twitter, que utilizam o diálogo entre mãe e filho de várias formas diferentes, e virou meme imagético, muitas vezes com base em Photoshop, fazendo montagens que envolvem Renato Aragão, pães e céu ou Image Macros, onde as imagens do ator vem acompanhadas de legendas que remetem à triste história.

Discussão & Repercussão

O exemplo do meme No Céu tem Pão é ótimo para entendermos que os memes de internet funcionam através da lógica da difusão, essa é baseada na facilidade de operacionalização de um conteúdo que está ali, à mão de qualquer um, possibilitando que os próprios consumidores transfiram, divulguem e resignifiquem aquilo.

Esse meme também dialoga bem com a prática do remix. Essa prática foi favorecida após o crescimento e democratização das mídias digitais e da internet em si o que possibilitou o acesso à ferramentas que permite a ressignificação de um material e, também, que um maior número de pessoas pudesse – e possa cada vez mais – modificar e produzir algo que, retirado do seu contexto original, dá origem a um novo material.

Para entender a remixagem, é importante saber que ela é enriquecida pela fragmentação das partes, ou seja, quanto menor o tamanho da parte mais fácil se torna a produção de sentido através da união dos módulos, como podemos ver no exemplo do Mortal Kombat citado acima.

Exemplor Notáveis

5 comentários

  1. Gabriel disse:

    Muito bom! Esse é um dos meus memes favoritos.

    Senti falta aqui no acervo de outros videomemes memoráveis na história da Internet. Lembro-me agora dos vídeos das séries “Hitler descobre” e “Dimitri descobre”.
    Sobre essa última, há o ótimo metameme (cadê uma galeria ou pelo menos um artigo sobre metamemes?) “Dimitri descobre que no céu tem pão”:
    https://www.youtube.com/watch?v=BBXnRSTicfw

  2. Anita Bosse disse:

    No Céu pode atá ter pão, mas no inferno é quentinho…

  3. Renato Maia disse:

    se um deles for pego no dopping eu fico em terceiro

  4. Esther disse:

    Atá agora entendi só ouvia em vdd e desafio as pessoas diserem pra eu falar isso

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *