Logo eu

ORIGEM

Na quarta-feira, 11 de janeiro de 2017, o twitter foi inundado com uma série de postagens comportamentais caracterizadas por posturas que envolviam a capacidade do usuário em escapar dos ardis sociais devido a determinadas astúcias. Embaladas pela frase “Logo eu…”, seus replicadores resumiam-se ser mais espertos do que o imaginado por seus antagonistas.

DIFUSÃO E REPERCUSSÃO

Embora haja controvérsia acerca de sua origem, o mais provável é que tenha sua criação relacionada a um quote da popular personagem Nazaré Tedesco, interpretada por Renata Sorrah na telenovela Senhora do Destino (2004) da Rede Globo de televisão, onde a inesquecível vilã solta a seguinte afirmação: “Tentou me derrubar? Logo eu, Nazaré Tedesco”.

Na esteira do sucesso da frase, foi criado o perfil @LogoEu_ no Twitter, como o intuito de perpetuar o meme. Com uma quantidade considerável de postas diários, a página busca se manter ultrapassando a criação e/ou divulgação de novas publicações, utilizando diversas linguagens meméticas. O perfil conta atualmente com cerca de 200 mil seguidores.

GÊNEROS E FORMATOS

O meme é um híbrido entre “catchphrase” (“Logo eu…”) e “exploitable”, cuja definição caracteriza uma imagem facilmente “explorada” e editada – uma imagem que praticamente pede para ser alterada.

O meme “Logo eu” pede para que as pessoas o completem e explorem, com diferentes ações e adjetivos. Nesse sentido, ele possui características suficientes de um “exploitable”.

EXEMPLOS NOTÁVEIS

 

Rafael Polêmico
0 publicações
7 comentários
Nome
Rafael Polêmico
About / Bio
Um currículo? Mestrando no Programa de Pós-Graduação em Mídia e Cotidiano pela Universidade Federal Fluminense, bacharel em Direito com complementação em Empreendedorismo e Inovação, graduando em Arquivologia, voluntário do projeto #MUSEUdeMEMES. Uma cor? Azul. Uma atriz? Fernanda Montenegro. Um cantor? Roberto Carlos. Um exemplo? Jesus Cristo. E Ivete. Vida? Deus. Deus? Vida. Vivi ou Gracy? Belo. Uma frase? Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim. Um museu? De memes. Esse é Rafael Polêmico.
 
 

5 comentários

  1. Paulo disse:

    Quando clico nos exemplos notáveis não abre. Poderia verificar?

  2. killerjoe disse:

    Não está sendo possível ver as imagens dos posts… Elas nos enviam a uma página sem informações, a não saber o cabeçalho e o rodapé do site.

  3. André Sobrinho disse:

    Otima iniciativa. O brasileiro precisa ter sua criatividade estudada!

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *