Lasier Martins Tomando Choque

Origem

O ano era 1996, o novo milênio se aproximava. Um futuro promissor para todos os brasileiros? Talvez. O surgimento de um dos virias mais clássicos do país? Com certeza.

O repórter Lasier Martins, da RBS TV (Rede Brasil Sul de Televisão), estava fazendo uma reportagem para o programa Jornal do Almoço, na Feira da Uva, em Caxias do Sul – evento tradicional da região. Era um dia chuvoso, mas Lasier, como um bom profissional, conduzia a reportagem mesmo sob a chuva. Os cachos de uva, por sua vez, estavam em uma vitrine de metal. Infortunadamente, a vitrine estava “eletrificada” e Lasier, molhado. Entretanto, nosso repórter-viral não sabia desse detalhe e, ao pegar em um dos cachos, que estava amarrado por um arame à grade de metal da vitrine, ficou, digamos, chocado.

“Eram 220 volts! Me estatelei para trás, sofri uma fratura de costela, três meses mal dormidos e agora, a lembrança das pessoas que não se apaga.”, relatou Lasier.

Gênero e Formato

O principal formato do meme é em vídeo. A partir do vídeo original (da reportagem), são feitos remixes com músicas famosas, edições que fazem referências a filmes clássicos, etc. Também há os poucos casos de Image Macro.

Difusão e Repercussão

É fácil imaginar a repercussão que deu na época. Milhares de telespectadores assistindo, ao vivo, a um repórter renomado tomar um choque com uma uva! Depois de um tempo, o vídeo foi esquecido, mas na internet nada se perde, tudo se transforma, não é mesmo? Anos depois, o vídeo voltou à tona e junto com ele o sofrimento de Lasier. “Lamento muito esse tipo de divulgação na internet, que abusa do sofrimento de um profissional. Nunca assisti ao vídeo e nem quero reviver aquilo, porque foi um choque muito violento”, afirmou o jornalista ao G1.

Em 2010, em uma edição comemorativa, o Jornal do Almoço pediu aos telespectadores que mandassem mensagens dizendo o que mais os havia marcado durante os 38 anos do programa. O choque de Lasier Martins ganhou em disparada.

Como se já não bastasse a lesão corporal e moral do nosso pobre Lasier, o programa fez questão de reprisar a cena. Claramente insatisfeito, Lasier comenta: “Eu nunca quis ver esta cena (…). Faz catorze anos, Cristina! (Cristina Ranzolin, apresentadora do Jornal do Almoço).

As pessoas não esquecem e pedem essa imagem.” (É Lasier, a internet é tipo Papai Noel, não esquece de ninguém).

Apesar disso, nosso repórter-viral conseguiu dar a volta por cima em 2014, quando se candidatou a senador pelo PDT (Partido Democrático Trabalhista). Durante sua campanha eleitoral, Lasier foi abordado por um rapaz que estendeu a mão e, ao ser correspondido pelo jornalista, se atirou ao chão, fingindo um choque elétrico. O caso foi parar na polícia e Lasier registrou um boletim de ocorrência alegando tentativa de constrangimento. Dez dias depois da pegadinha, Lasier resolveu se render à zueira e utilizar o traumático episódio em sua campanha.

Durante o horário eleitoral, declarou: “Estamos combinados. Eu levo na brincadeira as piadas sobre o choque elétrico e você leva a sério as minhas propostas para o Senado: choque na saúde, choque na educação, choque no desperdício do dinheiro público”. Em 2015, Lasier Martins ganhou a eleição e segue como senador até a publicação desse post.

Exemplos Notáveis


 

Helana Rolezeira
1 entry
0 comentários
Nome
Helana Sandy
About / Bio
Estudante de Cinema e Audiovisual/UFF, porém decepcionada com a faculdade. Voluntária no projeto #MUSEUdeMEMES, pois não consegue ver seu futuro acadêmico dissociado da #zuera. Helana Rolezeira adora reclamar no Twitter e rir da própria desgraça. O tipo de pessoa que possui uma pasta de memes no celular. Xoxa, capenga, manca, anêmica, frágil e inconsistente. Eaí, vamo fecha?
 
 

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *