Chuck Norris

Origem

Carlos Ray Norris, mais conhecido como Chuck Norris, nascido em 10 de Março de 1940, é um famoso artista de artes marciais e ator norte-americano (conhecido, principalmente, por sua participação em diversas produções audiovisuais de ação). Entre as mais famosas, podem ser citadas “O Voo do Dragão” (1972) – na qual se encontra a sua célebre luta com o também ator e lutador Bruce Lee – “The Octagon” (1980), “Olho Por Olho” (1981) e a série Walker, Texas Ranger, exibida de 1993 a 2001. Também é produtor, escritor, professor de artes marciais, além de ter servido nas Forças Aéreas Americanas entre os anos de 1958 e 1962. Além disso, por volta de uma década para cá, de maneira incrivelmente imprevisível e notável, tornou-se O Mito dentro do universo da Internet.

Para aqueles que estão por dentro do universo dos memes de internet ou que utilizam com certa regularidade páginas e perfis de humor nas principais redes sociais, é praticamente impossível não ter presenciado alguma referência aos Chuck Norris Facts, ou “As verdades sobre Chuck Norris”, como são traduzidas em português. Elas são um conjunto de hiperbólicas e fictícias características, habilidades e proezas relacionadas ao ator, sempre o estabelecendo como um ser invencível, imortal e até mesmo onipotente.

A origem do meme que transformou Norris em um grande fenômeno da Internet, se deu a partir da fusão entre as empresas NBC e Vivendi Universal Entertainment, em 2004, que permitiu que o talk-show Late Night with Conan O’Brien, produzido pela NBC, apresentasse um quadro chamado de Walker, Texas Ranger lever e que mostrava cenas do seriado Walker, Texas Ranger, protagonizado por Chuck Norris. As cenas, apresentadas fora de contexto para produzir o efeito humorístico, envolviam, principalmente, momentos esdrúxulos dos episódios e sequências que enalteciam a virilidade, tenacidade e força da personagem principal, fazendo com que o ator estivesse em voga entre os telespectadores do programa na época.

Gênero & Formatos

Mas o que de fato impulsionou o surgimento dos Chuck Norris Facts e a elevação de Chuck Norris de mero mortal à “divindade” foi o lançamento do filme “Operação Babá”, ou The Pacifier (2005), o primeiro filme de comédia protagonizado pelo ator Vin Diesel, que faz o papel de um tenente da marinha que, em uma missão secreta, se vê obrigado a ser babá dos filhos de um cientista do governo que está sob ameaça.

A diferença entre as situações ridículas que seu personagem é obrigado a enfrentar nesta produção são tão díspares das temáticas dos filmes de ação que trouxeram fama ao ator até então, que acabaram sendo geradas diversas críticas e brincadeiras por parte dos internautas da época; em destaque, uma iniciativa nos fóruns SomethingAwful chamada Post Your Vin Diesel Facts (“poste os seus fatos sobre Vin Diesel”). Ian Spector, a partir desta discussão, acabou criando o ‘website’ The Vin Diesel Fact Generator que, em suma, reunia os fatos postados sobre Diesel e abria um espaço para que novos fatos fossem enviados. Em seu primeiro dia de operação, o site recebeu cerca de 20.000 visitas.

Quando, com o passar dos meses, o humor relativo aos Vin Diesel Facts perdeu força de modo significativo, Spector propôs uma votação entre 12 candidatos para que novos “fatos” fossem criados a partir do elegido. Chuck Norris, que nem estava entre os 12 selecionados, acabou sendo escolhido graças às piadas do quadro Walker, Texas Ranger lever, promovido por Conan O’Brien. O Vin Diesel Fact Generator transformou-se em Chuck Norris Fact Generator, que acabou, posteriormente, por dar origem ao site “Chuck Norris Facts”, que atualmente abriga cerca de 12.000 “fatos”.

Os Chuck Norris Facts acabaram por ganhar proporções inimagináveis, se espalhando por diversos países e muitas vezes ultrapassando a fama relativa apenas à carreira do ator (muitos internautas acabaram conhecendo Chuck Norris somente a partir destes memes, por exemplo). Não só os “fatos” originais foram traduzidos para inúmeras línguas, como milhares de outros foram criados ao redor do mundo, muitas vezes se adaptando a piadas específicas de determinadas culturas ou regiões, além de se relacionarem a assuntos ou pessoas em destaque nas mídias em geral.

Difusão e Repercussão

Chuck Norris, quando questionado sobre esta massiva e inesperada popularidade dentro do contexto das redes sociais, a princípio fez um pronunciamento em seu site oficial afirmando que não se sentia ofendido pelas piadas e que até achava algumas engraçadas, ainda que aconselhasse ao público a não levá-las a sério:

“Estou ciente das declarações feitas sobre mim, que circulam pela Internet. Algumas são engraçadas. Outras nem tanto. Como conheço mais o oeste selvagem do que o selvagem mundo da Internet, não sei o que fazer exatamente. É surpreendente. Sei que meninos serão sempre meninos, por isso não me ofendo nem julgo essas coisas seriamente. Quem sabe essas mensagens de uma única linha motivem jovens a procurarem fatos reais, como as de meu recente livro autobiográfico “Against All Odds?”. Eles podem se interessar o suficiente para conferir meu romance baseado no Velho Oeste, “The Justice Riders”. Estou muito orgulhoso deles.” Tradução não-oficial.

Em 2007 foi editado o livro The Truth About Chuck Norris: 400 facts about the World’s Greatest Human (“A verdade sobre Chuck Norris: 400 fatos sobre o Maior Homem do Mundo”), cuja editora e o autor (Ian Spector) acabaram sofrendo ação judicial de Norris pelo uso ilegal de sua imagem, ainda que ele tenha desistido do processo no ano seguinte.

Com o passar do tempo, no entanto, Chuck Norris se mostrou mais receptivo à brincadeira e acabou aproveitando sua fama de “durão” em comerciais e até mesmo campanhas políticas, como foi o caso do seu apoio ao candidato Mike Huckabee nas eleições à presidência de 2008, quando fez um vídeo promocional com o ator com o slogan Chuck Norris Approved. Em 2009, Norris, juntamente com o autor Todd DuBord, lançou o livro The Official Chuck Norris Fact Book: 101 of Chuck’s Favorite Facts and Stories (“O livro oficial dos fatos sobre Chuck Norris: Os 101 fatos e histórias favoritas de Chuck”). Atualmente, sua página oficial posta diversos “fatos” tirados do chucknorrisfacts.com.

Entre as muitas inspirações baseadas no meme, se encontram o jogo Make Chuck Norris Cry e o link NoChukyNorris, que é uma referência do Google aos Chuck Norris Facts, onde é possível encontrar o seguinte texto:
“Google won’t search for Chuck Norris because it knows you don’t find Chuck Norris, he finds you. Your search – Chuck Norris – did not match any documents. Suggestions: Run, before he finds you; Try a different person; Try someone less dangerous”. (“O Google não vai pesquisar por Chuck Norris porque sabe que você não acha Chuck Norris, ele acha você. Sua pesquisa – Chuck Norris – não achou nenhum documento. Sugestões: Corra, antes que ele te ache; Tente uma pessoa diferente; Tente alguém menos perigoso.”). Tradução não-oficial.

Ainda que inicialmente os Chuck Norris Facts tenham se estabelecido e espalhado por e-mail, atualmente existem inúmeras páginas e perfis dedicados à postagem dos antigos “fatos” e à criação de novos.

Exemplos Notáveis

Texto adaptado a partir do trabalho da aluna Laura Beatriz Guimarães Spíndola para a disciplina Comunidades Virtuais, do curso de Estudos de Mídia, na UFF.

2 comentários

  1. Renato Maia disse:

    primeiro

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *