Choque de Monstro e fechação de Tempo: Glitter, memes e comunidade LGBT

Origem

Nove transformistas e um sonho. Essa era a proposta do programa “Glitter – Em busca
de um sonho!” o primeiro reality show do país estrelado por drag queens. O
programa, que estreou na TV Diário do Ceará em 2012 com transmissão todos os
domingos, consistia em um reality show que aliava às cenas de passeios e
convivência das drags provas de conhecimentos gerais, performance e sorte,
além dos momentos de votação que definiriam qual seria a participante eliminada
da semana.

Com altas doses de humor, sinceridade e “barracos” entre as participantes o
reality logo tornou-se um sucesso, principalmente entre a comunidade LGBT,
gerando uma sucessão de bordões que em pouco tempo tomaram a internet
numa profusão de memes. Entre eles está a frase “bicha, a senhora é
destruidora mesmo”, proferida pela participante Sangalo durante uma das
provas, enquanto discutia com outra participante, Rochelly Santrelly. Santrelly,
com seu “choque de monstro”, também virou meme.

Gramática/Sintaxe

Ser considerada uma “bicha destruidora” significa ter uma atitude ou resultado positivos. O mesmo vale para “fechar o tempo”, enquanto “choque de monstro” refere-se a discussões ou embates acalorados.Os memes geraram reapropriações interessantes. Uma das mais conhecidas ocorreu durante as eleições de 2014. Um usuário do Youtube fez um upload do vídeo com o choque de monstro entre a presidenta Dilma, na época concorrendo à reeleição, e o jornalista William Bonner durante o Jornal Nacional da Rede Globo.

Difusão e Repercussão

O programa virou hit, comentado por celebridades da internet e também de fora dela. Personalidades como Ivete Sangalo e o blogueiro Hugo Gloss fizeram boa crítica e o programa, assim como seus memes, caíram no gosto da comunidade LGBT e de outros públicos fora dela, transformando as famosas frases em jargões populares na internet.

Depois de quase quatro anos da exibição da primeira temporada de Glitter – a de maior sucesso do programa, que já está na terceira –, tanto as frases de impacto geradas pelas transformistas quanto os próprios memes na internet não caíram em desuso ou alcançaram um desgaste.

Não é difícil ainda hoje ver o compartilhamento dessas imagens e frases, mesmo em meio à renovação constante de “memes na moda” no Brasil, simplesmente por terem conseguido penetrar no vocabulário tanto da comunidade LGBT como da internet no país.

Mesmo sendo aparentemente uma “brincadeira despretensiosa”, Glitter – e com ele, seus memes – vem do início de uma onda de maior visibilidade de uma minoria que tem alcançado mais direitos e mais espaços na mídia – mesmo que isso ainda seja mínimo em um país com uma cultura absurdamente homofóbica e transfóbica.

Apesar de ainda ocupar o lugar clássico de entretenimento estereotipado destinado a gays, trans, drags e travestis na mídia tradicional, um programa estrelado unicamente por transformistas e inclusive apresentado por uma em um canal de televisão aberto foi uma marca. Além de manterem forte propagação, esses memes ainda hoje são fontes ricas de outros produtos gerados por suas criadoras.

Um exemplo foi o clipe musical lançado por Sangalo em outubro de 2014, intitulado “Destruidora”, com participações de outras integrantes da primeira temporada de Glitter. Ao que parece, Sangalo, Santrelly e seu choque de monstro, Glitter, suas drags, seus bordões e memes não serão esquecidos tão cedo. Apesar disso, as personagens carismáticas aparentemente só fizeram a cabeça do público durante a primeira temporada. De qualquer forma, os usuários de redes sociais ainda agradecem e continuam colhendo os frutos da “fechação de tempo” que se tornou a internet pós-Glitter.

Esse texto é uma adaptação do original escrito pela graduanda em Estudos de Mídia Flávia de Amurillo Coelho para a matéria Comunidades Virtuais.

4 comentários

  1. Bruno Fonseca disse:

    O termo correto para se referir as participantes do programa é “transformista” ou “drag queen” e não “travesti”.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *