Agora Pabllo Vittar foi longe demais

Origem

Se você esteve presente na internet nos últimos meses, com certeza em algum momento se deparou com alguma corrente estapafúrdia sobre a cantora Pabllo Vittar. De acordo com as correntes, que posteriormente viraram memes, a cantora estaria envolvida com o Partido dos Trabalhadores (PT) em algum plano mirabolante contra a moral e os bons costumes. Nos textos, se repete a frase “dessa vez Pablo Vittar foi longe demais”, mas parece que a cada nova corrente, a cantora consegue ultrapassar mais um vez o limite da audácia.

 

A corrente original foi criada pelo analista de sistemas Gilmar Lopes, que é responsável pelo site E-farsas. Criado em 2002, o site tem como objetivo desmascarar boatos da internet, as famigeradas “fake news”. Em entrevista, Gilmar diz que queria entender como nasce uma fake news e para isso, resolveu criar uma.
E assim nasceu a primeiríssima corrente sobre Pablo Vittar. O início de uma era, não é mesmo?

 

Gênero e Formatos

O principal gênero do meme é o snowclone, no qual a estrutura essencial do texto e algumas palavras chaves são mantidas e o resto é alterado de acordo com o contexto. O formato, nesse caso, consiste na maioria das vezes em um texto com todas as letras maiúsculas e muitos, muitos emojis – quanto mais indignado, melhor. Um outro gênero possível é o catchphrase, no qual os usuários utilizam apenas a frase principal (“agora Pablo Vittar foi longe demais”) para se referir a algum episódio do seu cotidiano, ou levar o termo “ir longe demais” ao pé da letra.

 

Difusão e Repercussão

O criador, Gilmar Lopes, usou o Twitter para proliferar a falsa notícia. Em pouquíssimo tempo, a corrente já tinha viralizado não só no Twitter, mas também no Facebook e WhatsApp. A partir daí, novas correntes foram surgindo nas mesmas redes. Entretanto, não se sabe ao certo se quem as cria e compartilha realmente quer manchar a imagem da Pablo, ou está debochando das pessoas que acreditam nessas correntes.

Exemplos Notáveis

Helana Rolezeira
1 entry
0 comentários
Nome
Helana Sandy
About / Bio
Estudante de Cinema e Audiovisual/UFF, porém decepcionada com a faculdade. Voluntária no projeto #MUSEUdeMEMES, pois não consegue ver seu futuro acadêmico dissociado da #zuera. Helana Rolezeira adora reclamar no Twitter e rir da própria desgraça. O tipo de pessoa que possui uma pasta de memes no celular. Xoxa, capenga, manca, anêmica, frágil e inconsistente. Eaí, vamo fecha?

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *