Debates e grupo de estudos

meme5-10418453_706637232761390_7698220776457986908_nO projeto #MUSEUdeMEMES, que hoje abrange o #memeclube, surgiu, em sua forma embrionária, ainda em 2011, a partir da criação de um cineclube voltado para o debate sobre a cultura contemporânea e as tecnologias da comunicação, mais adiante transformando-se na experiência pioneira de um memeclube, um espaço para discussão sobre o fenômeno dos memes e as práticas de cooperação, conflito e construção de identidades e representações coletivas no ambiente das comunidades virtuais. Como atividade de experimentação em linguagem midiática, vinculada ao curso de graduação em Estudos de Mídia da Universidade Federal Fluminense, o #memeclube proporciona encontros regulares entre alunos, professores e visitantes externos, incluindo convidados, para aprofundamento dos temas debatidos.

Os encontros podem ser abertos ao grande público, caracterizados como “sessões do #memeclube” propriamente, ou restritos a membros do grupo de pesquisa coLAB, (meta)laboratório de comunicação, culturas políticas e economia da colaboração. Nos encontros fechados, a equipe de planejamento se reúne para discussão e produção dos eventos, além de compartilhar e debater leituras relacionadas à pesquisa sobre memes e temas afins. O grupo de pesquisa coLAB é cadastrado na base do CNPq e desenvolve projetos de pesquisa, divulgação científica e inovação tecnológica na universidade. Filiado ao Polo de Produção e Pesquisa Aplicada em Jogos Eletrônicos e Redes Colaborativas (P3), da Universidade Federal Fluminense, e liderado pelo professor doutor e pesquisador Viktor Chagas, do Departamento de Estudos Culturais e Mídia (IACS/UFF), o coLAB foi criado em 2010, e tem dedicado atenção especial a uma reflexão crítica sobre a economia política dos meios informacionais, a partir de temas que materializam dinâmicas de poder em redes sociais, práticas de cooperação e a reconfiguração do papel do jornalismo no contexto da sociedade contemporânea. A agenda de encontros do grupo atende a uma média de três a quatro reuniões semestrais.

eleicoesmemes10421505_760891874002592_6714030285808717415_nJá os encontros abertos, carinhosamente ainda hoje apelidados de “#memeclube” trazem um tema é selecionado para discussão. Os alunos integrantes do grupo de pesquisa, entre bolsistas e voluntários, apresentam-no com auxílio de recursos audiovisuais e multimídia, planejando e exibindo uma espécie de exposição interativa, acompanhada de uma sessão de slides multimídia que funciona como gatilho para uma experiência de visita guiada ao “museu”. São geralmente dois encontros maiores por semestre letivo. É possível acompanhar a programação dos próximos eventos e eventos anteriores no calendário do #MUSEUdeMEMES.

O conjunto da experiência prática de produção e planejamento expográfico da atividade deu origem ao projeto #MUSEUdeMEMES, que é constituído adicionalmente de uma plataforma online colaborativa e de um grupo de discussão no Facebook, em que os conteúdos apresentados nos encontros presenciais do #memeclube e uma série de outras informações são dispostos ao público por meio de artigos, resenhas e um conjunto de links e referências bibliográficas. Estes conteúdos são compreendidos como um “webmuseu” e tidos como um importante acervo para pesquisadores interessados no tema sob as mais diferentes abordagens. No site, todos os conteúdos são disponibilizados gratuitamente ao público e o #MUSEUdeMEMES ganha verdadeiramente sentido.

meme (uma abreviação do grego μίμημα [míːmɛːma]) · é um fenômeno típico da internet, e pode se apresentar como uma imagem ou analogia, uma frase de efeito, um comportamento difundido, um desafio. memes são geralmente efêmeros mas no #museu de memes eles se tornam memória