#MUSEUdeMEMES Entrevista: Tonho da Lua

“Tonho da Lua” é uma fanpage do Facebook baseada no personagem homônimo, interpretado por Marcos Frota na telenovela brasileira “Mulheres de Areia” (exibida, originalmente, em 1993, no horário das 18 horas, na Rede Globo). De autoria de Ivani Ribeiro, e uma das maiores audiências da faixa, a trama girava em torno da rivalidade entre as gêmeas Ruth e Raquel (Gloria Pires) ‐ que, apesar de fisicamente semelhantes, possuíam ideologias e modos de enxergar o mundo bastante diferentes. Em um dado ponto da novela, Raquel planeja conquistar e se casar com o amado de sua irmã, o empresário Marcos Assunção (Guilherme Fontes). Tonho então se torna uma personagem importante e basilar no folhetim, na medida em que descobre a farsa de Raquel e passa a alertar Ruth, por quem nutre bastante carinho, uma espécie de amor platônico, já que a jovem é sua maior protetora no fictício vilarejo de Pontal D’Areia. Por ser deficiente mental, sua versão dos fatos é desacreditada e sua vida, na contramão, passa a ser infernizada pela gêmea má da história.

Tonho fez bastante sucesso por entre os telespectadores e, até hoje, é lembrado por seu icônico modo de enxergar o mundo. Dotado de um lirismo e de uma poeticidade admirável, cativou o público ao longo dos mais de 200 capítulos do folhetim, entrando para o seleto hall de “figuras teledramatúrgicas inesquecíveis”.

No Facebook, a página é administrada por João Paulo Motta Fonseca (30), formado em publicidade, pós-graduado em Marketing Digital e atuante como consultor em sua área de estudos. Ao ser questionado em relação aos motivos que o levaram/motivaram a criar a page, Motta (que também administra outras páginas no Facebook, como uma dedicada ao livro “A Arte da Guerra”, de autoria do chinês Sun Tzu, por exemplo) define a ação como “puro oportunismo”; percebendo o sucesso e a tamanha repercussão alcançada pela reprise da trama e pelo próprio Tonho na sessão “Vale a Pena Ver de Novo”, entre os anos de 2011 e 2012.

Os memes divulgados pelo “Tonho da Lua” costumam ser compartilhados a partir de outras páginas do gênero (que fazem sucesso no que tange aos sites de redes sociais); embora haja também memes autorais ao longo dos posts, e que dialogam e empregam, de maneira muito interessante, a linguagem outrora utilizada e eternizada pela personagem ao longo da novela, como sua dificuldade em iniciar frases e o emprego de sonidos semelhantes a um “OOAaaaaAA ÔOÔÔôô ao”1.

É interessante observar, ainda, como a página, mesmo após o fim da novela, continua no ar tem ampliado gradualmente seu número de seguidores com o passar do tempo. É a internet, cada vez mais, construindo uma ponte dialógica e consistente entre sua linguagem e a linguagem dramatúrgica televisiva.

Acompanhe na íntegra a entrevista.


#MUSEUdeMEMES De onde surgiu a inspiração para criar uma página da personagem Tonho da Lua?
Tonho da Lua Foi oportuno. A novela estava sendo reprisada no “Vale à pena ver de novo”, acho que em 2012, se não me engano, e resolvi pesquisar no Facebook se havia uma fanpage com o nome do personagem. Como não encontrei nada, resolvi criar.

#MUSEUdeMEMES Além de Gloria Pires interpretando as emblemáticas gêmeas Ruth e Raquel, “Mulheres de Areia” também teve, como um de seus motores centrais, a trama de Tonho da Lua ‐ um personagem, ao mesmo tempo, lírico e agressivo. Diante desta dubiedade e, na sua opinião, a que se deve o sucesso da personagem de Marcos Frota na trama?
Tonho da Lua A atuação do artista Marcos Frota como Tonho da Lua é algo único. O jeito de falar, os diálogos. Isso tudo ficou marcado nas pessoas. Acho que essa “marca registrada” é o que faz o sucesso do personagem.

#MUSEUdeMEMES Acessando a página, é possível perceber que você se utiliza bastante de um dialeto próprio criado para o Tonho2. De onde partiu essa ideia? Qual a história por trás da persona que você criou? Ela tem um perfil psicológico próprio? Em que ela se aproxima e em que se distancia do Tonho da Lua da dramaturgia?
Tonho da Lua A ideia era tentar reproduzir em imagem e texto essa “marca registrada” do personagem que comentei antes. O objetivo é fazer as pessoas se lembrarem ou reconhecerem o personagem pelo jeito de falar. É um personagem muito carismático, que marcou muito uma época.

#MUSEUdeMEMES Além de Tonho da Lua, há uma série de outras personagens similares que têm se convertido em fanpages recentemente, como Atena Irônica, Romero Indelicado e Adisabeba Barraqueira, por exemplo. Você conhece os outros criadores/administradores dessas páginas? Você criou alguma dessas páginas?
Tonho da Lua É verdade. Acredito que a motivação de outros criadores de fanpages que seguem essa linha é justamente a oportunidade. Já conversei com alguns outros proprietários [de páginas], já tentei contato com alguns outros, sem resposta. Acho que muitos não têm interesse em fazer parcerias se não vier a envolver algum ganho em dinheiro. Não julgo, cada um sabe o que faz. Eu não vejo problemas, e acho muito legal ver as pessoas interagindo e se divertindo com as postagens.

#MUSEUdeMEMES Agora que o [canal de TV por assinatura] Viva está reprisando a novela, você a acompanha por outras mídias sociais, como o Twitter?
Tonho da Lua Para ser sincero, não. Eu gostaria muito, até para manter a fanpage mais atualizada e criar um engajamento com os telespectadores. Mas está faltando tempo no meu dia, infelizmente.

#MUSEUdeMEMES Como você descreve o que você faz? Você considera o Tonho da Lua um meme de internet?
Tonho da Lua Acredito que o Tonho da Lua, por si só, já é um meme desde antes do uso de memes na internet. Personagens consagrados ‐ sempre lembrados em situações específicas (quem nunca imitou ou nunca viu alguém imitando o Tonho da Lua?) ‐ são memes natos! Se eu puder contribuir para manter esse meme vivo, fico muito satisfeito. Trabalho com marketing digital, e gosto de estudar comportamentos e identificar oportunidades.

#MUSEUdeMEMES Na sua opinião, a audiência da trama impacta no sucesso do meme? E quanto à época que foi lançada a novela? Acha que personagens de tramas atuais possuem maior chance de estarem em voga na internet do que aqueles de tramas já findas?
Tonho da Lua Sim, com certeza. A maioria das pessoas que interagem com a fanpage são pessoas que lembram do personagem. Acho que os personagens atuais fazem sucesso justamente pela oportunidade de estarem em evidência. Personagens antigos só “vingam” se realmente foram marcantes.

#MUSEUdeMEMES Sabemos que Félix Bicha Má se tornou rapidamente uma espécie de ícone de páginas no Facebook em que figuram personagens de novelas. Você se inspirou em algum desses personagens para criar o seu? Quais são as suas referências?
Tonho da Lua Eu me inspirei no famoso Bode Gaiato3. Acredito que a maioria dessas fanpages segue a mesma linha. Acho muito engraçado o uso de imagens nonsense do Bode Gaiato: o espaço sideral no fundo, texto reproduzindo a maneira de falar. Acho que são as características que as pessoas gostam.

#MUSEUdeMEMES Você já recebeu algum contato da Globo ou do próprio Marcos Frota sobre o conteúdo que produz? Se sim, como foi? Você tem algum receio com relação a isso?
Tonho da Lua Não. Seria demais se isso acontecesse! Quando eu criei a página, pensei nisso, mas acho que, para eles chegarem a ponto de entrar em contato, o sucesso da fanpage teria de ser algo estrondoso.

#MUSEUdeMEMES Como o Tonho da Lua sobrevive? De que se alimenta? Você ganha algum dinheiro com a página? Como é a vida de criador de conteúdo para o Facebook?
Tonho da Lua Ainda não ganho nada, infelizmente. Estou fazendo de tudo para conseguir ter mais tempo para produzir um conteúdo melhor e mais frequente.

#MUSEUdeMEMES Como é a sua relação com os fãs? Você reproduz conteúdo criado por terceiros? Como você lida com as páginas que reproduzem seu conteúdo? Há muitos clones do Tonho da Lua? E como você lida com os haters?
Tonho da Lua Sim, não vejo problemas em compartilhar conteúdo criado por terceiros. E também não vejo problemas em outras páginas compartilharem o conteúdo do Tonho. Acho que o legal da internet é isso, essa possibilidade de interagir com as pessoas. Acho que quem tenta restringir, está indo contra a maré. Quando aparece algum hater, o Tonho normalmente diz: “OOAaaa ocê é mau!”

#MUSEUdeMEMES Muitos especialistas em televisão dizem que estamos em uma fase peculiar de se fazer humor, a do “politicamente correto”. Você encontrou algum tipo de barreira com seus memes, por assim dizer, mais ácidos? Já recebeu algum comentário negativo por causa da seleção de piadas?
Tonho da Lua Concordo, e essa fase é bem delicada. Mas não privo a fanpage de ter piadas mais ácidas. Para cada pessoa que não gosta, ainda existem dez que gostam. Na fanpage do Tonho não me lembro de pessoas comentando negativamente, mas já tive em outras que administro, que são maiores do que a do Tonho.

#MUSEUdeMEMES Como você cria/seleciona as piadas e os conteúdos que vão ao ar? Em que assuntos você se baseia? Descreva um pouquinho desse processo criativo pra gente…
Tonho da Lua Muitas vezes são conteúdos aleatórios. Mas procuro ficar atento às oportunidades. Outros memes que surgem podem dar vida à algum conteúdo. Como o “Já Acabou Jéssica?”, por exemplo. Acho que todas as fanpages de humor fizeram algum conteúdo relacionado.

#MUSEUdeMEMES No universo de seu Tonho da Lua existem outros personagens recorrentes, da novela ou de fora dela, que aparecem em seus conteúdos?
Tonho da Lua Sim, existem. O Sô Donato, a Ruthinha e a Raquel4. Quando consigo produzir alguma montagem5, tento criar diálogos entre esses personagens, justamente para fazer com que o público se lembre deles. A lembrança é o combustível dessa fanpage.

#MUSEUdeMEMES E, para encerrarmos, o que diria Tonho da Lua ao assistir Gloria Pires comentando o Oscar? 🙂
Tonho da Lua [Risos] Boa pergunta! O Tonho diria: OOAAaa OOOAaaa ocê num é a Ruthinha! Ocê é a RaAquel!

 

Menos Filipe Que Está no Canadá
2 publicações
0 comentários
About / Bio
Além de pagar balas Juquinha em dólar canadense, Filipe concilia a graduação em Estudos de Mídia/UFF com sua colaboração no #MUSEUdeMEMES. Foi bolsista de iniciação científica (PIBIC/CNPq, 2015-2016) e bolsista de inovação tecnológica (Pibinova/UFF, 2016-2017). Foi também bolsista de extensão no projeto "Fotografia e Cidade: Gente, Paisagem e Memória em Niterói" (2014) e aproveita o inverno rigoroso do Canadá para colocar suas novelas em dia (já que é fã do gênero \o/). Reza a lenda que ele se encontra com uma tal de Luiza.
Categorias: entrevistasPalavras-Chaves: , , , , , ,

Sobre Menos Filipe Que Está no Canadá

Além de pagar balas Juquinha em dólar canadense, Filipe concilia a graduação em Estudos de Mídia/UFF com sua colaboração no #MUSEUdeMEMES. Foi bolsista de iniciação científica (PIBIC/CNPq, 2015-2016) e bolsista de inovação tecnológica (Pibinova/UFF, 2016-2017). Foi também bolsista de extensão no projeto "Fotografia e Cidade: Gente, Paisagem e Memória em Niterói" (2014) e aproveita o inverno rigoroso do Canadá para colocar suas novelas em dia (já que é fã do gênero \o/). Reza a lenda que ele se encontra com uma tal de Luiza. <!-- menosfilipequeestanocanada@museudememes.com.br -->