#MUSEUdeMEMES Entrevista: Dinofauro Azul


Warning: strpos(): Offset not contained in string in /home/bharatac/public_html/museudememes/wp-content/plugins/footnotes/class/task.php on line 340

Assim como as hipóteses científicas para o evento K-T ao fim da Era Cretácea, ainda não há consenso sobre as razões por que, de uma hora para outra, a internet brasileira se viu tomada por dinossauros azuis. O Tiranofauvo Motivacional, o Dinofauvo Fanho, a Dinofaura, o Dinofauvo Gaúfo, o Dinofauvo Headbanger, o Dino Sábio (um parente sem problemas na mandíbula e que fala tudo corretamente), e até o espanhol Dinofaurio são alguns dos espécimes dessa fauna. Mas, sem dúvida, entre todos esses reina absoluto o Dinofauro Azul (ou simplesmente Dinofauro), página criada por André Luiz Crevilaro Camargo, 33 anos, de Foz do Iguaçu (PR)01.

André é formado em Processos Gerenciais pela Faculdade de Tecnologia de Curitiba (Fatec) e atua como analista de mídias sociais e consultor para a criação e desenvolvimento de estratégias para empresas, além de professor de Novas Tecnologias, Internet e Redes Sociais no Centro Brasileiro de Cursos (Cebrac). É também sócio-fundador da Corporação Ideias, uma plataforma de crowdsourcing para a criação de projetos gráficos para web, design e sistemas, e de outras iniciativas empreendedoras do gênero. Apesar da vasa experiência, ele próprio ‐ que também criou e gerencia outras páginas de humor, como Eduardo Jorge Sincero ‐ admite não saber a razão por que o Dinofauro fez tanto sucesso da noite para o dia.

A hipótese mais provável para o surgimento do Dinofauro é bem pouco divulgada no Brasil. Mas, muito provavelmente, a origem da imagem se deve a uma piada feita por um internauta norte-americano para imitar a condição do cãozinho Tuna, um viralata chihuahua-dachsund. O animal sofre de uma disfunção na mandíbula e ficou famoso depois que seu dono resolveu publicar um perfil no Instagram para o bichinho de estimação. Com o sucesso de Tuna, rapidamente surgiram brincadeiras e apelidos para o animal, uma delas lhe atribuía o nome de Phteven ‐ uma corruptela de “Steven”, dada a dificuldade de fala02. Phteven ganhou então várias homenagens, no 9GAG, no Pinterest04 e em muitas outras comunidades. A partir daí, alguém provavelmente resolveu brincar com a situação e criou uma derivação, retraindo a mandíbula de um dinossauro de brinquedo e incluindo a legenda “Tyranathaurus Rexth05. Depois, se seguiram imagens de um “velothiraptor06 e muitas outras brincadeiras. É bem verdade que a piada não rendeu muita repercussão lá fora. Mas, aqui, o Dinofauro rapidamente arrebatou multidões de “dilofers07.

A entrevista que se segue foi realizada em julho de 2014, e traz perguntas muito similares ao bate-papo que o #MUSEUdeMEMES fez, à mesma época, com Enrico Kreusch, criador do Dinofauvo Fanho. No mundo dos memes, diferentemente do que apregoa Darwin, há espaço para todos. Os dinossauros da internet que o digam!09


#MUSEUdeMEMES Qual a origem do Dinofauro Azul? Ele tem uma história?
Dinofauro Azul A imagem do dinossauro azul sem a parte da baixo da mandíbula surgiu há muitos anos na internet03. Ninguém sabe ao certo sua origem, mas reza a lenda que foi um americano que encontrou esse brinquedo em uma loja de departamentos nos Estados Unidos. Alguém havia colocado a parte inferior da mandíbula do dinossauro para dentro da boca e esta pessoa achou isso hilário e resolveu fotografar e colocar na internet. Esta imagem virou meme desta forma. Passados muitos anos, a mesma imagem voltou a aparecer em minha timeline no Facebook, através da página do Buzzfeed, e eu tive a ideia de dar um nome, um idioma, uma personalidade para este brinquedo. Fiz uma pesquisa na internet antes de criar a página e não localizei nenhuma outra página ‐ em mídias sociais ou não ‐ com o mesmo teor, então criei O Dinofauro no Facebook. A princípio foi uma ideia completamente despretensiosa; eu já havia criado páginas com memes antes, e nunca tinha tido um retorno como este, Apenas 5 horas após a criação da página ela já tinha mais de 8 mil seguidores, então resolvi levar o trabalho mais a sério.
O personagem é carismático. Ele é otimista e feliz, mesmo tendo dificuldade de fala e de realizar algumas atividades ‐ devido ao bracinho pequeno. Ele ama as sextas-feiras e odeia as segundas ‐ porque elas acabam com o final de semana dele. Tem um humor inocente, beirando até o infantil em alguns casos. Fala algumas bobagens mais adultas e ás vezes ‐ e até é recriminado por isso pelo público de vez em quando, quando fala um palavrão.
Está na terra desde a Era Cretácea, e, na verdade, ele não é bem fanho, ele só não consegue falar direito porque quando o meteoro ‐ aquele famoso‐ estava chegando, ele foi correr pra se esconder e acabou caindo e quebrando a boca. O dentista diz que não tem como arrumar.
A característica mais marcante do Dinofauro é a gentileza. Ele é querido com todos, até com os mais “esquentadinhos”, que aparecem vez ou outra na página, manda abraços ao invés de entrar em discussões. Ele responde ‐ pelo menos tenta ‐ os emails, mensagens e comentários do público. E é ativista de causas boas, como a proteção de animais e a diversidade!

#MUSEUdeMEMES Quem nasceu primeiro: O Dinofauro Azul, o Dinofauvo Fanho ou o Tiranofauvo Motivacional? Você tem parentes internacionais?
Dinofauro Azul Não conheço nenhuma versão similar antecedente ao Dinofauro, mas já vi algumas em espanhol criadas após. Sobre as (páginas) nacionais, depois de criar o Dinofauro ficamos sabendo a existência da página Tiranofauvo Motivacional, ambas criadas no mesmo dia, tendo suas primeiras postagens com menos de uma hora de diferença, eu particularmente considero isso uma tremenda coincidência. Se eu sei o motivo do Dinofauro ter crescido tão mais rápido que o Tiranofauvo? A resposta sincera é não. Eu acredito que seja a forma de trabalhar a página, o teor das mensagens. Ou talvez tenha sido pura sorte? Quem vai saber?!
Todas as demais páginas foram criadas após o Dinofauro.

#MUSEUdeMEMES Ainda sobre o Dinofauro Azul, que é azul, e o Dinofauvo Fanho, que (às vezes) é laranja: vocês dois são da mesma espécie? Como vocês se relacionam? Há contato e influência entre as equipes que produzem conteúdo para as páginas dos personagens?
Dinofauro Azul
Sempre que perguntam ao Dinofauro sobre o parentesco dele com o Dinofauvo Fanho, nós respondemos que eles são “FLIMOS”. Afinal eles são tiranossauros.
Eu desconheço a origem da imagem do dinossauro laranja, mas sei que a página surgiu um dia após a do Dinofauro e, no princípio, ele usava a mesma imagem do dinossauro azul, sem a mandíbula. Tivemos inúmeros seguidores em questões de horas nos alertando que existia esta página copiando a nossa, e acredito que foi isso que motivou o administrador a procurar outra imagem.
Não conhecemos o criador do Dinofauvo pessoalmente, mas já conversamos com ele algumas vezes por mensagens e emails; inclusive, a princípio, a página dele chamava Dinofauro Fanho, mas após uma dessas conversas ele gentilmente trocou para Dinofauvo. Acompanhamos o trabalho dele, sim, e achamos bem divertido, mas não influenciamos no conteúdo das postagens dele.

#MUSEUdeMEMES Há problemas de direitos autorais entre o Dinofauvo e o Dinofauro?
Dinofauro Azul Não temos problemas autorais com o Dinofauvo Fanho. Quando o registro do nome foi feito, entrei em contato com todas as páginas que usavam o nome Dinofauro solicitando que fizessem a troca do nome da página. O Dinofauvo atendeu ao pedido prontamente. Ainda existem algumas páginas que usam o nome indevidamente, mas lido com isso caso a caso. Também não temos nenhum problema com o Tiranofauro Motivacional, eles usam a imagem pública, têm nome próprio, e trabalham com suas próprias montagens. Tem espaço para todo mundo na internet.
O que realmente me chateia são os clones que copiam as imagens da minha página, que são o meu trabalho, e simplesmente postam em suas páginas, sem dar créditos, como se fossem suas (algumas até se intitulam como página oficial). Este tipo de atitude eu não aceito, e sempre que localizo alguma dessas páginas eu passo para meu advogado. Isso, sim, é plágio!

#MUSEUdeMEMES O “brinquedo” da foto que deu origem ao meme do Dinofauro é provavelmente de uma marca registrada. Você já sofreu algum tipo de represália ou recebeu algum contato de advogados com relação a questionamentos de violação de direitos de imagem? Como lida com esta questão?
Dinofauro Azul Na verdade ninguém nem sabe efetivamente onde ou quando essa foto foi tirada. Não sei lhe dizer se tem registro ‐ imagino que sim ‐ ou se esta marca ainda existe etc. Eu pesquisei muito, esgotei todas as fontes que tenho à disposição para localizar o autor da foto, ou o fabricante do brinquedo, mas não consegui. Nunca recebi nenhum contato de ninguém sobre o assunto. A imagem ‐ a foto, não o produto! ‐ hoje é de domínio público, ela está disponível em vários sites de imagens gratuitas na internet, então nesse caso não há nenhuma violação de direito de imagem.

#MUSEUdeMEMES O Dinofauro é uma marca registrada?
Dinofauro Azul O Dinofauro está, sim, registrado em meu nome. Fiz o registro para proteger o meu trabalho. Sempre que alguém entra em contato comigo perguntando da possibilidade de usar o Dinofauro em alguma campanha ou algo do tipo, eu respondo a mesma coisa: que a imagem do dinossauro azul sem mandíbula é de domínio público e eu não tenho direitos autorais sobre ela, mas que o nome Dinofauro é registrado, então preferimos que não seja utilizado, até para que não sejamos depois responsabilizados por algo que outra pessoa falou na internet usando este nome.

#MUSEUdeMEMES Você falou sobre os “clones”. Como é a sua relação com a produção de conteúdo relacionado ao Dinofauro por outros usuários?
Dinofauro Azul
Como eu mencionei, a imagem é de domínio público, qualquer um pode usá-la. Inclusive, quando a página “estourou” na internet, várias empresas grandes a utilizaram para fazer propagandas. Isso é um direito de cada um, eu não sou dono da imagem. Desde que não usem o nome do Dinofauro como se fosse oficial, para maldades, crimes e afins, nem plagiem meu trabalho, eu não me preocupo com isso.

#MUSEUdeMEMES E como você se relaciona com outros criadores de fanpages de memes? Você conhece algum? Vocês mantêm contato?
Dinofauro Azul
Sim, a página me colocou em uma posição de conhecer alguns criadores de memes pela internet: Raposa Sapequinha, O que queremos, Suricate Seboso, e por aí vai. São criadores de conteúdo que gosto e curto bastante. Além disso tem o pessoal da internet que conheci participando de eventos na área como o Curitiba Social Mídia e o Anime Plus, do qual participará o PC Siqueira.

#MUSEUdeMEMES Como o Dinofauro sobrevive? De que ele se alimenta? Ele trabalha e ganha seu próprio dinheiro? Ou ele é um hobby apenas?
Dinofauro Azul O Dinofauro come de tudo, ele se adaptou ao longo dos anos e passou de carnívoro para onívoro. Adora uma “fafafa frifa”. Ele trabalha de garoto-propaganda.

#MUSEUdeMEMES O Dinofauro tem também uma linha própria de camisetas. Como foi a criação desta linha e destes produtos? O lucro é direcionado para cobrir que tipo de custos?
Dinofauro Azul As camisetas, assim como as canecas, foram feitas em parceria com empresas especializadas na área. No caso das canecas a Caneca Tag e das camisetas a 3 Desejos. Eu e a equipe Dinofauro todos temos nossas profissões e trabalhamos o dia todo, conciliando com a página, então não sobra muito tempo de fazermos isso por conta própria. A criação foi bem divertida, escolhemos algumas imagens que fizeram sucesso na página, criamos outras, readequamos. Foi um aprendizado. Recebo uma comissão das vendas apenas. Por enquanto utilizamos o valor para registrar a marca ‐ registro e advogado‐ e o restante fica guardado para futuros investimentos. É engraçado de ver como as pessoas acreditam que bolar um meme na internet te deixa rico! (risos)

#MUSEUdeMEMES O Dinofauro existe principalmente no Facebook, ou ele circula também por outras mídias sociais?
Dinofauro Azul Também estamos no Instagram @odinofaurofc. Mas nosso público maior está mesmo no Facebook. A repercussão ali é imensa, hoje já temos mais de 185 mil seguidores, e aumentando08.

#MUSEUdeMEMES Existe uma gramática própria do dinofaurês?
Dinofauro Azul Falar Dinofaurês é muito simples! Basta apenas imitar a boquinha do Dinofauro e falar em voz alta e voilà, você se torna um expert!

#MUSEUdeMEMES O Dinofauro tem muitos fãs. Ele também tem haters?
Dinofauro Azul Tem alguns haters, sim! Não seria internet se não tivesse. Fora da nossa página, procuramos não interagir com haters. Não tem nem motivo para fazermos isso, cada um tem direito a sua opinião, e a internet ‐ especialmente o Facebook ‐ está lotada de pessoas que adoram expressá-las! Na nossa página, foram poucos os casos de haters, e, na maioria, nossos fãs é que os respondem. Quando noto que tem algum comentário negativo, já existem inúmeras mensagens de respostas. Da nossa parte, basicamente mandamos um abraço pra pessoa e desejamos que ela seja feliz. O que mais podemos fazer? Gosto é gosto, ninguém é obrigado a gostar da página.

#MUSEUdeMEMES Você já recebeu críticas sobre o humor que produz com o personagem?
Dinofauro Azul O Dinofauro é um personagem fictício, é uma brincadeira, e ele fala errado porque ele quebrou a mandíbula. Acredito que o politicamente correto chegou numa fase hoje que você precisa pisar em ovos constantemente para não ser crucificado. Imaginem se o Maurício de Souza tentasse criar o Cebolinha hoje em dia; ou a Warner, o Hortelino Troca-Letras.
Nós fizemos um post, bem no começo da página, antes dos críticos de plantão entrarem em ação, falando da importância de pessoas que têm problemas de dicção procurarem um fonoaudiólogo e se tratarem, explicando que a brincadeira era com o Dinofauro apenas

#MUSEUdeMEMES Por fim, qual sua opinião sobre o futuro dos dinossauros nas mídias sociais?
Dinofauro Azul Nossa equipe tem alguns planos para o futuro, sim, estamos firmando novas parcerias, para conseguir meios de realizá-los. Planejamos continuar com nosso trabalho, divertindo nossos fãs. Enquanto estivermos felizes e nosso público estiver feliz, continuaremos na ativa. O futuro do Dinofauro aos Dinolofers pertence! hehehehe

 

Success Viktor
15 publicações
3 comentários
About / Bio
Success Viktor é um jovem professor da Universidade Federal Fluminense que trabalha arduamente para motivar sua equipe. Membro associado do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Democracia Digital, é doutor em História, Política e Bens Culturais/Cpdoc-FGV, mas, pela carinha de novinho, é invariavelmente confundido com o menino Sam Griner, ou por vezes com um aluno. Ainda assim, tem procurado desenvolver pesquisas sérias e maduras relacionadas à economia política da informação e ao universo das culturas políticas na internet e do ativismo digital. E até aqui tem obtido resultados positivos. YES! VICTORY!
[email protected]
Categorias: entrevistasPalavras-Chaves: , , , , , , ,

Sobre Success Viktor

Success Viktor é um jovem professor da Universidade Federal Fluminense que trabalha arduamente para motivar sua equipe. Membro associado do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Democracia Digital, é doutor em História, Política e Bens Culturais/Cpdoc-FGV, mas, pela carinha de novinho, é invariavelmente confundido com o menino Sam Griner, ou por vezes com um aluno. Ainda assim, tem procurado desenvolver pesquisas sérias e maduras relacionadas à economia política da informação e ao universo das culturas políticas na internet e do ativismo digital. E até aqui tem obtido resultados positivos. YES! VICTORY! [email protected]